segunda-feira, 7 de junho de 2010

Hoje estou... "Muito"

Muito feliz;
Muito animada;
Muito impaciente;
Muito ansiosa;
Muito triste.

…e muito parva por não conseguir canalizar a coisa para o lado positivo!

Agora por parte:

Muito feliz porque… o dia da miúda (aka Dia Mundial da Criança) foi fantástico para ela. Entre a festa da escolinha e uma ida à praia com os avós, ela ponderou muito e escolheu a praia. Fui um dia bastante divertido, com muitos castelos e brincadeiras na areia. Chegou a casa excitadíssima! Feliz :-)

Muito feliz porque… no sábado presenciei a maior manifestação de amor: o casamento! Foi o casamento mais bonito onde estive. Não pelo luxo e fartura (que houve) mas pelo AMOR que havia entre as pessoas. Não eram, só os noivos, eram todos! A união e amizade entre a noiva e a irmã, o sorriso da mãe (e agora sogra), a felicidade dos avós… tudo! Em dois ou três momentos não consegui conter-me e chorei… Não acho agora dei para isto...

Muito impaciente porque… estou desejosa por ver a minha Gajita. Ela já foi de férias para aproveitar o sol e a praia… Nós também vamos durante esta semana, e regressar ao trabalho só mesmo daqui por muitos dias! Até lá temos descanso à brava, festas e muita diversão.

Muito animada porque… a minha tia está a mudar de casa! Vem para bem mais perto, a casa é linda e o jardim é muito querido. Estamos, finalmente, a 10 minutos uma da outra o que vai fazer que a nossa cumplicidade cresça mais e mais! Adoro-te e desejo-te tudo de bom :-)

Muito ansiosa porque… preciso muito que algo aconteça! Preciso de encerrar este capítulo e iniciar outro… Preciso muito de matar alguns fantasmas, mas isso só vai acontecer quando a página se virar... Desculpem a metáfora, foi só um desabafo…

Muito triste porque… não consigo entender a entrega, a resignação e a prostraçãoPior: não consigo compreender a invenção e a fantasia de coisas más! Não sei como agir, vou pecando pela brutalidade e indiferença. Quero afastar-me! Isto não é bom para mim. Já não tenho paciência, não tenho disponibilidade e nem tenho estrutura emocional para lidar com isto... Não consigo entender, ou na verdade… talvez não queira…

** Gaja //

8 Comments:

  1. Patricia said...
    Fico feliz pelas coisas boas e confusa com as piores. Espero q a poeira assente e tudo passe. Bjs
    Sofia said...
    Pensamento positivo!!!!

    AS coisas boas podem demorar mas quando chegam são para sempre!

    Eu falo por experiência...lol..

    Olha, hj acordei a pensar - n vou conseguir fazer os trabalhos todos, estudar e fazer tudo o resto...
    depois olhei para o Martim :-) respirei fundo e o meu tico disse - miúda vais conseguir! foste mãe, tudo o resto são cantigas!

    E, agora preparo-me para 4 dias e 4 noites alucinantes dedicadas ao mestrado...

    Quanto à gaijita, vais ver q os dias vbão passar rápido e n tarda nada estás lá com ela :-)

    bjs
    Álefe Souza said...
    Se tu não estivesse assim, não seria mulher!! LOL! Somos assim mesmo. Um mixto de sentimentos que nem nós mesmas entendemos!

    Bjokonas!!
    Sandra V. Silva said...
    Coisas boas venham para ficar...

    As más vão embora... é uma ordem.

    Beijocas Gordas com Saudades
    Patrícia Teodoro said...
    Mas nos não poderiamos ser pessoas mais simples????raios partam as gaijas!!!!lol beijinhos grandes e ja sabes que temos sempre o 'nosso cantinho'
    Anónimo said...
    Como sempre, aqui a estou a dar a minha espreita ao teu blog que adoro ler.
    A sequência da visita das 9 horas de domingo? Foi frutuosa? Estou curiosa.
    Estamos a ver se conseguimos conciliar para irmos ná próxima 6ª feira dar uma ajuda à tia. O tio vai tratar de assuntos dele e matar saudades, pois junto de nós, só nos dá força moral rsrsrsrs.
    A parte mais complicada, há que encher os pulmões, para nos dar arcaboiço e ouvir. Julgo que as críticas, descrenças, dúvidas em nada ajudam pois intensifica a vontade de chamar a atenção. A verdade é que o povo há muito diz que a mania é pior que a doença e olha que o povo sempre teve razão nos ditos que tem. Custa a entender mas é assim mesmo.
    Para as férias, desejamos o melhor do mundo, que tragam as baterias bem carregadas e que consigas vencer todas as barreiras com um estalar de dedos. Mais um dito do povo. Não há mal que sempre dure... as mudanças são constantes.
    Beijinhos e xis com muita coragem
    Diário da Matilde said...
    Com calma e Paciência tudo se resolve...não vale a pena stressar

    Aproveita as férias para descansar e deixar os problemas de lado...ok??

    Beijocas
    AVOGI said...
    ponderação e calma tudo se faz. kis :)

Post a Comment



Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.