sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo :-)

Olá, olá, oláááá!!!

Aqui rapidinho só para desejar Feliz Ano Novo
a todos que nos seguem e acarinham.

Que cada um de vós concretize
os seus maiores desejos e vontades :-)

Muitas, muitas e muuuuuitas felicidades!!!

Que tenhamos um fantástico...


** Gaja //

domingo, 19 de dezembro de 2010

Opá... olha...

...o tempo passa a correr, os dias voam e as noite nem dou conta delas...

Sempre coisas para fazer, e em época de festa, muitas "minhoquices" para tratar - revelação para breve :-)

Assim de repente, posso dizer que estamos bem, com muitos sorrisos e vontades! A festa do colégio foi linda... a minha mini fez um excerto do filme "Música no Coração"... estava tão liiinda!! Muitas fotos, muuuittas!

No mundo laranja, a rotina foi cortada na semana passada. Entre formações e visitas externas, não houve um dia normal. Resultado... o trabalho acumulou um bocadinho e esta semana vai ser para dar corda aos sapatos.

O fim-de-semana foi curto, como aliás são todos, e agora dou por mim a acabar o Domingo com vontade que fosse 6ª feira à noite.

E por falar em 6ª feira... diz que por lá não se trabalha à tarde... não sei... vamos ver! Até lá quero ver se passo por aqui, e por ali, hihihi...

** Gaja //

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Sinto que...

...estou a perder tempo!

Sinto que podia estar a aproveitar mais e melhor se fizesse outra opção. O que é que me falta? Coragem. O que tenho a mais? Bom senso.

Mas "só" ter 30 anos e estar com esta sensação é frustante...

Quero mais, tenho ideias, apetece-me arriscar, tenho vontade, ambição... não tenho é dinheiro, olha merda, mas acho que isso é um mal comum, bhaaa...

Enfim... Minhosquices ;-)

** Gaja //

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

...mas gostam das variantes
do logotipo?


Aguardo opiniões :-)

** Gaja //

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

2ª Feira
Socorro! Porque é que este dia existe? Poderiamos mesmo implantar o sabingo e encerrava-se o assunto de uma vez por todas. A ressacar o fim-de-semana, só apetece ter mais um dia. Só mais um dia... Mas vá, chegada ao trabalho o humor recompões-se e corre com "normalidade". Chegada a casa vejo a Maria Inês a ir demasiadas vezes ao caixotinho "Humm, vê lá o que é que me arranjas..."

3ª Feira
A Maria Inês deu-nos uma noite péssima. Sempre a miar e com várias visitas ao caixote. Tenho de a levar ao veterinário, mas como? Entrega do gás entre as 19h e as 20h, entrega das compras do mês entre as 20h e as 22h30. O papá na escola, eu sozinha com a Gajita... Liguei à veterinária que, por ser perto, veio cá a casa trazer um comprimido para o feriado.

4ª Feira
A Maria Inês melhora. Continua a ir imensas vezes ao caixote, mas já não mia. As dores devem estar a passar. Gajita com muita tosse, irritante, escorrente (se é que esta palavra existe) e quase a transformar-se em foca. Aerossol urgente!! Mas este foi o dia bom da semana. Almoço em casa da Avó Ni com direito a converseta pela tarde e muitos miminhos. À noite a Gajita e o papá fizeram a árvore de Natal. Está o máximo :-)

5ª Feira
Gajita acorda em modo foca... Cof-cof para ali, cof-cof para acolá... Médico com ela, não pode ir para o colégio sem ser medicada. Resultado da consulta: Nem para o colégio vai! Bronquite, bhaaa... Antibiótico, anti-inflamatório e aerossol. Gajas em casa significa paródia, por isso fizemos imensas colagens e brincámos às escolas (sim, ela era a professora). Entretanto a Maria Inês está praticamente boa, mas à noite ainda fomos ao veterinário. Montes de cristais na urina, comida xpto, remédios por mais 10 dias e um balurdio!

6ª Feira
A Gajita já não é foca e a Maria Inês desamantizou-se do caitoxe (lá estou eu a inventar palavras, lol). Hoje fizemos pinturas de manhã e vimos desenhos animados. Logo mais à tarde vamos fazer manicura com direito a colar estrelas e corações, mas só um em cada unha, ok? Hehehe

Vamos ver o que o fim-de-semana nos reserva...

** Gaja //

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Preparava-me para lançar mais um movimento aqui no cantinho, desta vez despoletado por um e-mail recebido ontem:

Sabe-se, então que o IPO precisa, principalmente de pijamas para as crianças que estão internadas a fazer tratamentos de quimioterapia.

Após os tratamentos, os pijamas ficam muito sujos e gastam-se rapidamente. Esta ideia surgiu há dois anos e hoje já é chamada “Movimento Pijaminha”, pelo sucesso que têm tido os esforços conseguidos!

As necessidades existentes passam pela falta de pijamas, pantufas, chinelos, meias, robes e fatos de treino. Para todos, a vida não está fácil, mas dentro das possibilidades de cada um, há sempre espaço para participar, comprando ou obtendo junto de amigos e familiares agasalhos que já não sirvam às suas crianças.

No ano passado foram entregues 76 pijama e o IPO ficou muito satisfeito com esta dádiva. Este ano vamos repetir a façanha e, se possível, ultrapassar este número. Se divulgarem já estão a ajudar!

Sabem que o intuído dos movimentos aqui da Gaja é divulgar e passar mensagens de solidariedade com acção real e visível de cada participante.

Mas como gato escaldado de água fria tem medo... fui pesquisar. Não foi preciso muito para encontrar esta comunicação do IPO, onde se lê:

COMUNICADO DE IMPRENSA - “Movimento Pijaminha”

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa, Francisco Gentil, E.P.E., tomou conhecimento que, mais uma vez, se encontra a ser efectuada uma acção de recolha de pijamas para os seus doentes da Pediatria, no que se apelida de “Movimento Pijaminha”.Perante este facto, esclarece-se que não foi realizada nenhuma solicitação pelo IPO de Lisboa e que a mesma representa um uso abusivo do seu nome. Com o objectivo de prevenir o eventual aproveitamento da situação por entidades que pretendam obter proveitos ilegítimos, solicita-se que se tenha em conta o presente esclarecimento.

Aconselhamos que no futuro, por uma questão de precaução, seja confirmado sempre junto da Instituição quaisquer campanhas realizadas em nome do IPO”.

Para mais informações por favor contactar:
Telf. 217229814 Fax. 217229840

Ora e se fossem brincar com a pilinha do gato, em vez de andarem a inventar ajudas desnecessárias? É uma ideia bonita, mas com que fundamento? Enviar mails e mails em correntes sem o menor sentido?

Isto só dá azo a que quando for mesmo verdade ninguém acredite… que estupidez!

** Gaja //

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Gajita está linda, ma-ra-vi-lho-sa, e a miúda mais teimosa que eu conheço. Está na fase em que a satisfação é fazer tudo ao contrário do que dizemos. Pior, a psicologia invertida não resulta, porque a ideia da moçoila é mesmo fazer tudo à sua maneira. A maioria das vezes perde...

Anda com uma vida social muito agitada, festinhas atrás de festinhas que, pelos tempos que correm, não nos permitem andar sempre a comprar presentes. E como a necessidade aguça o engenho, vai de fazer presentes para a criançada (fotos quando estiver tudo pronto).

E por falar em fazer presentes, este Natal vai ser recheado de presentes feitos; a começar pelo colégio. Os miúdos vão fazer troca de presentes, sorteio feito calhou-nos a Maria. A parte gira é mesmo o facto dos presentes não poderem ser comprados. Os presentes devem ser feitos pelas crianças, com a ajuda dos pais. Vamos fazer dedoches (fantoches para os dedos) da Hello Kitty (fotos quando estiver tudo pronto).

Adoro a participação dos pais nas actividades do colégio. Acho fundamental! Em Novembro, fomos apresentar um trabalho em família, consequência de um livro que a Gajita trouxe da biblioteca. Foi o máximo!

Transformámos a sala num "cinema" e com a ajuda de um PPT proporcionámos aos miúdos uma manhã diferente. A Gajita super participativa e muito orgulhosa da nossa presença.

Ainda sobre o colégio, é de registar que ela adora a educadora, delira com a natação, gosta de aprender inglês e francês, vem maravilhada da horta pedagógica, onde já aprendeu de onde vem, como se faz e para que serve... o vinho! Nesse dia trouxe-nos 4 clementinas, deliciosas por sinal :-)

Bem... o post vai longo... Hoje ficamos por aqui, amanhã há mais!
 
** Gaja //

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Em jeito de despedida :-)

Faz hoje sete dias que partiste. Dói muito, mas eu sei que foi melhor assim.

É estranho saber que não vais mais atender o telefone, que não vais enviar mais e-mails, que nunca mais vou ouvir a tua voz…

Vou tendo cada vez mais consciência de que é mesmo real e nada mais vai acontecer com a tua presença física.

Na verdade, já não eras tu... Temi por todos os teus momentos de lucidez, que te trariam frustração, agonia e dor.

Pedi muito que isto acontecesse. Pedi, nem sei a quem, que te levasse para finalmente poderes descansar. Se me sinto culpada? Já não.

Desde o dia do teu funeral que me sinto em paz e tranquila; não consigo descrever… sinto-me… leve. É isso, sinto-me leve.

Tens tido uma vela acesa. Não porquê, mas sinto-me bem ao fazê-lo. Pode ser que te ilumine nesse caminho que nem sei qual é!

Cais-me nos pensamentos por tudo e por nada… Vejo-te a fumar, à janela da minha cozinha. Oiço-te a chamar por mim porque não sabes onde está qualquer coisa que deixaste por ali.

Alguém foi lá jantar e levou a sobremesa que tu costumavas levar… Bolo chocolate, encharcado…

Conformo-me a cada dia. Suavizo a dor com os bons momentos. As lágrimas são menos cruéis.

Sempre soubeste que não acredito em coincidências, tudo acontece porque uma razão. Ainda não descobri porque é que entraste na minha vida, mas quero agradecer-te muito por isso.

Sinto-me privilegiada. Uma sortuda! Tive o melhor de ti e aconteça o que acontecer… é mesmo para sempre!

Um beijo,
Rita :-)

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Do Jorge...

Fica a recordação de um grande amigo.
Até sempre...

** Gaja //

quarta-feira, 10 de novembro de 2010


Um bocadinho das quase 900 fotos.

Foi mesmo muuuito bom :-)

** Gaja //

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Foi muito bom!

Amanhã detalhes :-)

** Gaja //

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Véspera de fim-de-semana bom

Nós três por aí...
:-)

Buon fine settimana per tutti!!

** Gaja //

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Hoje foi dia de...



... soprar 3 velinhas pelo nosso casamento!

... recordar o resultado do teste de gravidez!

... de ter a certeza que te quero para sempre :-)

  
Parabéns...
 pelas nossas Bodas de Trigo!

** Gaja //

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A minha Bruxinha...

...com o sorriso mais lindo do muuuundo
e na companhia do Bisavô Fim :-)


** Gaja //

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Preguiçosa para escrever?

Sim… ando. O tempo é pouco para vir aqui, e quando tenho um bocadinho aproveito para descansar ou estar com os meus mais que tudo :-)

No trabalho anda tudo muito agitado, não dá para tirar nem 10 minutos. Em casa quando dou pelas horas… já devia estar a dormir.

Se quero andar de bom humor e descansada, tenho de ir dormir no máximo às 23h. Caso contrário, ninguém me atura; nem eu!

Tendo em conta que a Gajita vai às 21h, tenho duas horas para algumas tarefas domésticas (com ajuda do maridão, claro!) e namoro entre o sofá, um petit gateau ou crepe do chocolate e o maridão que merece todos os mimos do mundo.

Ora pois… uma Gaja não consegue tudo, não é? E se formos a ver a agitação que são os nossos fins-de-semanaOh agenda social agitada! – não dá mesmo para vir aqui.

Mas não me esqueço de vocês, espreito-vos sempre que posso – embora não comente, desculpem – mas tento não perder nada das vidas alheias - cusca esta Gaja, hihihi.

Gostava de ter mais tempo, ou então de ter mais resistência física para poder dedicar uma horinha a este espaço.

Enfim, aqui fica o meu registo. Qualquer dia vou publicar um slideshow, devidamente legendado LOL, com toooodas as actualizações :-)

Por enquanto… Beijos à Blogosfera!

** Gaja //

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Fim-de-semana significa...

Sexta-feira à noite

Jantar com os convidados H+S+M e o seguinte menu:

Entrada: Tomatinhos recheados com requeijão / Carnes frias;
Prato Principal: Crostata – um famoso prato italiano conhecido por terras lusas como Empadão;
Acompanhamento: Insalata di Primavera – alface, tomate e cebola com tempero à la Marido;
Bebidas: Sumo de laranja ou morango e vinho tinto para os adultos;
Sobremesa: Fondue de Chocolate.

Em remate temos café, digestivos diversos, e chá pela noite dentro com bolachinhas de canela... Hummm

Sábado

Logo de manhã a rua grita por mim! Preciso de ir à compras… a Gajita está a crescer e o roupeiro já se queixa, LOL! Pode ser que traga de lá umas botas para mim, hihihihi!

Quando me despachar, já o marido deve ter feito o almoço, depois do qual faremos uma bela sesta. Ai, adoro dormir a sesta :-)

Ao lanche esperamos a visita de J+R+T. Teremos chá, bolinhos de canela - sempre presentes, adoro - pão feito pelo maridão e bolo de maçã que farei com a Gajita.

Talvez apareçam S+P para umas boas gargalhadas! Está prometida uma massagem à S que anda aflita das contas :-)

E porque a gestão da agenda de Gaja é difííííícil… temos jantar com B+M, também lá em casa com o seguinte menu:

Entrada: Não sei… o maridão é que vai decidir;
Prato Principal: Carnes diversas grelhadas, trazidas pelos convidados – LOL;
Acompanhamento: a mesma Insalata di Primavera, arroz e batata frita;
Bebidas: Sumo de laranja ou morango e vinho tinto para os adultos;
Sobremesa: Não sei… é a M que leva.

E porque a seguir ao jantar, as horas passam a correr, temos mais chá com um bolo que a M vai fazer.

Domingo

O tempo é só para nós 3, mas isso não significa o descanso dos guerreiros… Estão planeadas pinturas e colagens com a Gajita para os presentes de Natal. Este ano vamos fazer presentes para todos :-)

Para a semana já está em standby um jantar na 6ª - nós somos os convidados e levamos a sobremesa - domingo já nos espero um Cozinho à Portuguesa - adoroooo -  e temos o feriado de segunda-feira, não é fantástico??? Uau!!

Podemos combinar um jantar para domingo, que não é habitual, e ainda podemos almoçar e lanchar na segunda-feira...

Ok, neste post só falo em comida, LOL, mas há coisa melhor que juntar dois dos maiores prazeres que há nesta vida? Uma boa mesa na companhia de quem se gosta!

Adoro o fim-de-semana!!

** Gaja //

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Quero blogar!

Hoje quero blogar! Quero vir aqui e dizer olá à Blogosfera – está é a parte em que vocês dizem “Oláááá”

Quero espreitar os posts e comentários alheios, cuscar e vidas dos outros e partilhar cenas de gaja!

Apetece-me dizer que preciso de fazer cenas estranhas como ir às compras, o que não tem nada a ver comigo. Mas estou mesmo a precisar de umas botas.

Também quero registar que gosto de vir para Aqui (aka trabalho), o ambiente é bom, os colegas e a chefia também. Mas… e porque há sempre um ”mas” quero mais

Apetecia-me mesmo era arriscar… tentar uma cena, LOL… ir em frente sem receios…Oh meu Deus, porque é que eu não tenho um pai rico? Espera, vou reformular… Oh meu Deus, porque é que eu não sou rica? Isso é que era – Hihihihi!

Mas quando uma gaja tem cenas também tem de pensar. Não pode ir de cabeça só porque apetece. Olha, hoje apetece-me bater em fulano só porque me apetece. Uau… Isso é que era :-)

Não, não… espera! Hoje apetece-me dizer a alguém “Estás a irritar-me! Põe a mão no rabo e desaparece aos saltos. Agora!” Hehehe!! Isso é que era, LOL - já escrevi isto quantas vezes?

Bem, na verdade foi só vontade de vir aqui dizer que cá estou e que vou continuar :-)

Gosto deste cantinho. Apetece-me mantê-lo e continuar com as cenas mais banais da blogosfera: As Cenas de Gaja continuam

Hoje quero e apetece-me :-)

** Gaja //

sábado, 16 de outubro de 2010

Saudades de vir aqui...

... faz-me falta!

** Gaja //

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Ofereço enxaqueca!


Kit com...
  • Vómitos;
  • Vertigens;
  • Fraqueza;
  • Olhos doridos;
  • Cabeça latejante.


Custo zero! Ofereço de bom grado...

** Gaja //

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Preciso de encerrar este tema… é um desabafo meu, algumas meias palavras e segredos entre linhas, mas preciso de virar esta página no livro da minha vidapoético, não? LOL.

Tudo se resume ao alimentar de relações. Ao trabalho que as pessoas me dão e àquilo que representam na minha vida.

O Amor, a Amizade, e outras coisas que fazem de nós umas mariquinhas, dão muito trabalho! Tem que haver paciência, aceitar do outro tal como é, e alimentar a dita relação dia após dia.

Tenho cá para mim, que a manifestação de afectos fortalece os laços emocionais. Na minha opinião, devemos aproveitar cada oportunidade para investir no Amor e na Amizade. Se não houver esse investimento, contacto, voz… a distância aumenta proporcionalmente ao tempo que nos afasta.

Sou selectiva, é verdade, mas quando alguém entra na minha bolha é para ficar; e é aqui que levo com os baldes, alguns de merda, outros são só de água fria...

Acho mesmo que a Amizade é eu para querer alguém junto de mim só para ouvir, é eu conhecer o outro e saber apoiar sem julgar… É esclarecer-lhe sempre cada pedacinho meu, para que nunca existam presunções erradas. Parva… Tenho a mania das conversas sérias e importantes.

Quando noto que o esforço parte só de mim, deixo de investir. Não vale a pena... Para quê magoar-me se tenho tantas outras pessoas com quem partilhar o meu Amor? Nessa altura tento deixar de sentir... Arrumo o assunto na gaveta do meu coração onde pus uma etiqueta que diz “Outros”.

Começo a não querer saber, a não perguntar, a não fazer parte dessas vidas. O tempo passa, as pessoas vão tendo atitudes surpreendentemente negativas, até que chega a uma altura em que fico inume.

Imune às suas dificuldades, opções e conduta de vida. Apenas para me proteger dos males alheios, e por não querer sofrimento em vão, desligo. Obrigo-me a não ver, a não estar, a não permitir a absorção de energias menos positivas.

Não é um processo fácil. Quem me dera que demorasse o mesmo tempo que estive a escrever este post… Mas não! Isto dói muito, choro, sofro e até emagreço.

Por fim, consigo plastificar o coração, e ainda que lamentando, de forma tranquila consigo dizer: Já não dói porque me é indiferente.

** Gaja //

ADENDA: Mas quando a base é sólida… ui-ui… não há tempo que afaste um Amigo de verdade :-)

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Estamos de volta

Hoje apeteceu-me escrever; quer dizer... na verdade estou a escrever este post há 3 dias. Ainda não sei se volto em força ou se este é um post do tipo toca-e-foge... Logo vejo!

Assim em jeito de resumo… e tendo em conta que o post vai ser gigante, vou por a coisa por temas.

Da Gajita

Anda radiante com o colégio! Outubro vai ser o mês do inicio de todas actividades: Inglês, Francês, Matemática, Filosofia, Música, Ginástica, Natação, Horta, Biblioteca, Passeios… Uau! Até vamos fazer um calendário especial para organizar a mochila no dia anterior. Para a horta já estão compradas as galochas mais fashion do mundo: umas galochas da Hellooo Kittyyy - hehehe.

Já fomos à de reunião de pais para o in´cio do ano lectivo. Foi-nos apresentado o tema anual, tivemos conhecimento das actividades que serão diárias ou semanais.

Com muita pena minha, mantenho a minha opinião acerca dos pais relativamente ao filhos. Deu para ver que para muitos deles estar ali foi uma verdadeira seca, e havia outros que estavam com pressa porque tinham compromissos.

A receptividade à participação dos pais nas actividades lectivas foi quase nula. Os pais mal correspondiam às observações / questões da educadora. Eu e o papá, parecíamos uma crianças a delirar com o que a nossa Gajita vai fazer e naquilo que vamos participar. Estou ansiosa :-)

No mesmo dia a Gajita foi furar as orelhas. Não o quisemos fazer antes porque achámos que devia ser ela a tomar essa decisão. Depois de muito cobiçar os brincos da mamã, e de andar sempre a pôr autocolantes nas orelhas, lá se decidiu e fomos tratar do assunto.

Assustou-se com o barulho da máquina no primeiro furo e choramingou um bocadinho, no segundo nem deu conta. Depois, perguntámos se ainda queria mesmo furar as orelhas, ainda chorosa disse que sim, mas na verdade já estava. Quando foi ao espelho sorriu toda vaidosa :-)

Das férias

Sim, estive de férias! Foram 16 dias em que desliguei o botão. Não pensei em contratos nem em protocolos, esqueci-me de passwords e não tive saudades do café (private joke).

Por casa andámos em bricolarices; falta pintar alguns rodapés e acabar três portas. Depois mostro. Vou ver se tenho fotos para postar o antes e o depois.

Deu para fazer muita ronha, dormir a sesta, passear, e tudo com muita tranquilidade. Tenho cá para mim que seria bem capaz de ficar assim mais 16 dias...

De mim

Estou cada vez mais  esclarecida emocionalmente. Quero dizer com isto que é cada vez mais fácil para mim lidar com a desilusão e arrumar assuntos que fazem doer o coração.

Não estou propriamente a construir muros à minha volta, bem pelo contrário. Apenas me reservo ao direito de fazer o que me apetece e estar apenas com quem gosto, com quem quero e com quem tenho a certeza que me ama e quer fazer parte da minha vida.

Quando não me apetece não estou. Não faço fretes para parecer bem e salvaguardo-me de voltar para casa a chorar a "desgraça" alheia. Cada um sabe de si... Cada cabeça sua sentença... Quem semeia ventos colhe tempestades... blá, blá, blá... Tudo ditados que se encaixam na perfeição em comportamentos negligentes aos quais eu estou cada vez mais imune. Até porque, e já que estou numa de ditados... Olhos que não vêem, coração que não sente (bom título para outro post!).

Do Jorge

Bem... do Jorge há muito para dizer, mas não já pode ser aqui... De referir que ele adorou os registos de Agosto, mas agora são coisas muito íntimas que eu prefiro não expor.

Regressou a casa no dia 01 de Setembro mas voltou ontem ao hospital. Está novamente internado porque o cérebro teima em não comunicar com o corpo. É óbvio que isso lhe dá conta dos nervos e a juntar noites sempre muito agitadas, não ajuda nada à recuperação. Mas temos esperança, sempre muita esperança :-)

É verdade, já me estava a esquecer...o Jorge agradece a preocupação de todos e diz que, devagarinho, gostava de receber cada um que demonstrasse vontade em visitá-lo. Aos ex-colegas sugiro que me enviem mail ou liguem (os meus contactos são os mesmos).

De resto...

Pouco tempo, muito que fazer, trabalho a transbordar. Coração a explodir de amor e cada vez mais feliz com as minhas decisões. Afinal foi bom ter deixado alguém entrar... Beijocas à Carochinha ;-)

Agora, com o João Pestana aqui ao lado, vou tentar espreitar alguns cantinhos... Beijos!

** Gaja //

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Um dia especial

Não resisti em agendar este post para hoje… Um dia especial para ti, meu Amor!

Nos últimos dias a ansiedade tem sido liderado as tuas emoções. Perguntavas sempre se “amanhã” já era segunda-feira. Chegaste a perguntar se na segunda-feira ias acordar crescida para poderes ir para a “escola dos crescidos” :-)

Como ontem demoraste a adormecer, hoje querias dormir mais um bocadinho e por isso acordaste rabugenta. Assim que te disse que era dia de ires para a escola dos crescidos, fizeste o sorriso mais lindo do mundo e levantaste-te num instante.

Foste com uma das tuas roupas e sapatos favoritos, e arranjaste uma mochila com dois peluches (o Coelho e a Hello Kitty, que adoras). Estavas radiante. No caminho perguntavas sempre se estávamos a chegar.

Foste recebida pela tua educadora, e ao que parece o primeiro contacto foi bastante positivo. Retribuíste com um sorriso e quiseste logo ir brincar com os outros meninos no parque.

Quando eu e o papá viemos embora, já tinhas entregue os peluches à auxiliar e estavas no baloiço super divertida. Trocámos um olhar, beijos pelo ar e lá ficaste… Feliz, nas escola dos crescidos!

Boa sorte, meu amor.

Um grande beijo,
Mamã.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Dadas as circunstâncias...

…vou fazer uma pausa aqui no cantinho. Apetece-me desligar alguns botões e vou começar por aqui.

A próxima semana adivinha-se difícil por antecipar duas de (merecidas) férias.

Nessa altura farei um post (gigaaante) para registar o dia-a-dia do Jorge, e depois logo se vê :-/

Espero conseguir renovar energias e livrar-me destas coisas feias e pegajosas que estão em mim - é apenas a personificação do meu estado de espírito.

Quero regressar bem e com um grande sorriso.

Até breve.

** Gaja //

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Hoje, metade do mundo estava contra mim. A outra metade concordou e aplaudiu as minhas vitórias, obrigada :-)

Em tom de suspiro... Mas que dia de merda!

Já agora, a moçoila do desenho sou eu - porque quero ser eu, o autor que me desculpe - só não tenho umas maminhas tão grandes, um rabo tão perfeito e não uso franja...

Whatever... Dei uns tirinhos, estourei uns miolos e só trouxe uns arranhões para casa.

Amanhã há mais!

** Gaja //

Dias 25 e 26: A melhorar

Pediste-me que te levasse pão de forma integral e sem côdea, uns chinelos para ires fazer fisioterapia, desodorizante que sentes falta depois do banho e ainda... gomas!

Levei-te dois sacos de gomas! Os teus olhos brilharam quando as viste. Precisei de ligar à tua mãe para saber quais eram, mas valeu só para te ver assim :-)

Conversámos imenso, estive contigo ao jantar, e quase te convenci a comer sopa. É muito importante comeres sopa, sabias? É do melhor!

Ainda assim tens comido relativamente bem, e é assim que deves continuar. Vais ficar mais forte e voltas para casa depressa, depressa.

Hoje não pude ir, mas a mamã disse-me que estavas conversador e animado. Disseste que foi a melhor noite desde que está internado; dormiste a noite toda seguida e descansaste realmente.

Agora vá... é manter o ritmo :-)

Um beijo,
Rita.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Hoje seria uma chibata!


Apetece-me barter-lhe até ver sangue...

Sim, estou com raiva!

Mas é só hoje.

** Gaja //

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Pfuuu... que pivete!

Hoje no metro, estava eu a ler a minha Dabielle Steel quando se sentam duas senhoras à minha frente. Não sei qual delas cheirava mais mal...

A coisa era um misto de especiarias com naftalina e falta de banho, sendo que só uma das senhoras tinha falta de banho, mas as duas juntas... bhaaaaaaa... Solução? Troquei de lugar, claro!

Na paragem seguinte entrou uma rapariga e sentou-se no lugar deixado por mim... Resultado? Levantou-se e fez o resto da viagem em .

Logo a seguir entrou outra senhora sentou-se no lugar vago. Ela não terá estranhado porque iriam tantas pessoas de com um lugar ali? Enfim... lá se sentou e começou a ficar ar de quem ia vomitar em 30 segundos.

Ainda assim lá se aguentou e foi o resto da viagem a respirar com um lenço que tapava a boca e o nariz.

Ah, é verdade... o quarto lugar estava ocupado por um homem que dormia traquilamente, embalado pelo seu quase ressonar.

O que é que vocês julgam? Andar no metro antes das 09h da manhã não nada fácil.

Garanto!

** Gaja //

Dias 23 e 24: Dias fan-tás-ti-cos!

Ontem não estivemos juntos, mas disse-me a mamã que estavas mais bem disposto e conversador. Só nunca imaginei encontrar-te hoje tããão bem :-)

Quando cheguei estavas a comer gomas, meio que às escondidas - hehehe - depois fizeste um olhar travesso e gostaste de me ver.

Conversámos tanto, mas tanto, que nem demos pelas horas. Fizeste-me imensas perguntas sobre tudo o que aconteceu. Recordas-te de alguns episódios, mas nem sempre os consegues ligar uns aos outros. Não faz mal... é mesmo assim. Com calma e devagarinho :-)

E assim de repente... do nada... perguntas-me se a Diana sempre vai para o colégio novo. Fiquei boquiaberta... achei que nunca te irias recordar dessa conversa... Tu lembraste-te! Foi muito bom!

Entretanto apareceu a enfermeira com o teu jantar: Peixe no forno com puré, cenoura e couves de bruxelas. Ainda torceste o nariz, mas lá te arranjei o peixe a acabaste por comer bem, e sozinho!

Pediste-me que te levasse umas coisas amanhã, por isso espero encontrar-te, pelo menos, igual a hoje!

Adorei ver-te!

Um grande beijo,
Rita.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

De frente para trás…

No domingo foi o regresso de todos os elementos ao reino. O fim-de-semana prolongado (5ª a domingo) resultou num abraço esmagador da miúda gira, que me trouxe uma flor. Veio toda vaidosa com os sapatos novos que ela mesma escolheu - umas alpercatas vermelhas, muito giras por sinal.

Foram quatro dias cheios de mimos e brincadeiras do papá. Compras, passeios e muita diversão. Fotos, nem por isso; acho que só mesmo as que estão no telemóvel.

Os dias anteriores foram para mim uma verdadeira caca! A 6ª feira acabou com uma dorzinha de cabeça a querer aparecer que entretanto resolveu transformar-se numa enxaqueca. A intensidade foi 9,5 na escala de Rita - vai até 10 que é quando desmaio - Bhaaaa!

Valeu-me o remédio milagroso que me trouxe um anjo :-) Resultado: Estou ainda sob o efeito da coisa que me deixa em estado Zen e muuuuito lenta… O sono impera e se fecho os olhos 10 segundos… adormeço, literalmente…

Ainda assim já vamos no segundo round do dia, por isso mãos à obra que há muito para fazer.

** Gaja //

Dias 21 e 22: Fim-de-semana tranquilo

Este fim-de-semana estiveste bem. Comeste por ti, embora não fosse com a satisfação anterior. A mamã levou-te fruta: morangos, pêssego e meloa Gália que tu adoras!

Interessas-te mais pelo meio envolvente, já conversas com os companheiros de quarto. Gostas de ler e ver televisão. Chateiam-te as visitas barulhentas...

A fisioterapia tem tido resultados pequeninos, mas é mesmo assim. A nossa ansiedade é que quer tudo de uma vez, não é? :-)

Estás mais motivado embora existam momentos em que ficas triste e ausente. Segundo os médicos faz parte, por vezes podes perder-te nos teus pensamentos e não te lembrares de onde estás ou quem és. Estes episódios duram apenas segundos (as chamadas “brancas”) e depois os teus olhos regressam e confirmam a tua presença aqui; connosco.

Vou visitar-te nos próximos dias. Até lá falo com a mamã e espero que ela me dê sempre boas noticias!

Não te esqueças nunca que gostamos muito, muito de ti!

Um grande beijo,
Rita.

sábado, 21 de agosto de 2010

Ok...



É no minimo "estranho" chegar a casa e não encontrar
nem o meu rei nem a minha princesa...

Estou triste, pronto!

** Gaja //

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

É verdade, sou mãe de mais quatro filhos, todos eles irmãos da minha filha e um é filho dela... com o pai. Oh meu Deus... o que é que já vais nessas cabeças?

Eu explico...

Ela muito segura: Mamã, posso usar o teu  telefone? Vou telefonar à minha irmã para ela se despachar.
Eu em tom de brincadeira: Irmã? Mas tu tens uma irmã?
Ela a esclarecer-me: Sim a Joana. Ela é tua filha e do papá, só que ainda não nasceu.
Eu curiosa: Se ainda não nasceu, como é que lhe vais telefonar?
Ela a justificar-se: Porque ela está lá a brincar com o meu irmão e não podem fazer barulho, têm que ir descansar.
Eu já a estranhar: Espera... o teu irmão? Mas também tens um irmão?
Ela muito convicta: Sim, é meu filho e do papá.
Eu perplexa: O quê? Teu filho e do papá?
Ela com ar natural: Sim. Chama-se Custumes.
Eu em estado de choque: Chama-se o quê? Custumes?
Ela muito calma: Sim. Ele é o meu irmão mais novo como a Joana. Só que a a Rafaela é mais velha.
Eu boquiaberta: Rafaela? Quem é a Rafaela?
Ela explicando-se: É a minha irmã mais velha. E também é irmã do Rafael que é mais velho. Ele está a trabalhar e sai às oito.
Eu à beira de um ataque de nervos: Miúda... Tu estás bem da cabeça? Onde é que foste buscar esses irmãos todos? O que é que se passa?...
Ela a fazer-me "dhu": Estou a brincar... E tua és a mãe de todos!
Eu a rir: Menos do Costumes é que teu filho, não?
Ela: Não eu enganei-me. O Custumes é teu filho como eu. Só que é mais novo e ainda não nasceu porque primeiro vem a Joana. Percebes, mamã?

Desculpem mas... onde estão as gotas? Alguém sabe onde pus as gotas?? Tragam-me as gooooootas!

** Gaja //

Dias 19 e 20: Estás com vontade

Agora sim, vejo-te com vontade :-)

Ontem (19º dia) visitei-te e encontrei-te melhor do que estava à espera. Estavas deitado, não tinhas comido o iogurte e ralhavas com a mamã. Ai, ai...

Estás a fazer uma candidiase oral, o que dificulta a deglutição e não deixas ninguém tirar-te as impurezas. Chegaste a morder um enfermeiro e nem deixavas a mamã aproximar-se.

Depois lá te convenci, e juntos conseguimos retirar uma boa parte do que te estava a incomodar. Logo a seguir aventuraste-te com dois goles de água e tiveste sucesso.

Aproveitei para te explicar que tens mesmo de fazer um esforço para comer. Tens que tirar a sonda e recuperar o movimento de deglutir para te alimentares melhor.

Quanto mais depressa começares a comer, mais rapidamente vais para casa... Gostaste tanto da ideia que pediste à mamã que te trouxesse pêssego no dia seguinte.

Foste visitado por dois fisioterapeutas e as sessões foram de 30 a 40 minutos cada uma. O teu corpo está a acomodar-se à posição de acamado, o que não pode ser, Jorge.

Hoje (20º dia) deste um grande passo, e isso só prova que basta tu quereres. A sonda foi tirada e o teu almoço foi sopa e banana para sobremesa. Vês? Devagarinho vais lá! Basta teres vontade!

Ao lanche comeste o pêssego que a mamã trouxe. Diz ela que foi com um prazer indiscritivel. Ainda bebeste leite e comeste pão com mateiga e doce. Não é fantástico? Estou muito feliz por ti!

Continuaste a sessões de fisioterapia e além da mamã (incansável!) tiveste duas visitas que gostaste muito. A conversa foi posta em dia e estavas muito bem disposto. Até houve tempo para ires à net (no telemóvel) ver a iNovidades :-)

Disse "um passarinho" que a dares continuidade a dias como os de hoje, vens para casa em duas semanas. Vá... bora lá... Temos de escolher o menu para o jantar, ou então vamos ao Chiado. Boa ideia, vamos ao Chiado!! A mamã vai adorar :-)

Amanhã vou visitar-te outra vez. Vou levar-te uns miminhos, quero ver-te bem.

Um beijo grande,
Rita.

Dia 18: Ainda bem que não registei

Não interessa nada! Depois conversamos Sr. Jorge...

Um beijo (na mesma)
Rita.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Amor é...

…uma cena estranha que rasga e dói no peito.


É uma vontade de te abraçar e querer-te sempre assim… para mim.
É saber que os teus olhos são lindos cheios de uma alma perfeita… a tua.
É ter-te mas sentir-te fugir.
É querer agarrar-te só para te cheirar.
É primitivo... selvagem.
É saudade diária, é nostalgia permanente.
É ansiedade, medo, pavor…
É muito forte, mas enfraquece-me.

Amo-te muito, miúda gira!
Xi-Coração da mamã :-)

Dia 17: Não queres

Não queres falar;
Não queres comer;
Não queres ler;
Não queres sentar-te;
Não queres ver televisão.

Só te apetece dormir... estás a entregar-te... Não faças isso, Jorge! Temos um jantar maravilhoso à espera, um vinho fantástico... música ambiente, como sempre.

Temos conversas banais e cusquices alheias... Temos garagalhas escondidas, segredos para partilhar... Temos mimos para recuperar... Jorge...

Não percas tempo aí.

Temos que ir ao cinema, lembras-te? Disseste que querias ver "A Origem". Vá... despacha-te a sair daí... tens que querer e tu SABES disso! Anda, Jorge... despacha-te...

Um grande beijo,
Rita.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Adoro começar o dia...

... a entornar café nas fotocopiadoras!

Pergunta proibida: Rita, o que é que estavas a fazer com café junto das fotocopiadoras?

Sono... muuuuito sono...

** Gaja //

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Mamã,não mexas muito...

... senão desmanchas as bolinhas!

da...
** Gaja //

Dias 15 e 16: Que se passa?

Ainda tentei adiar este post, mas não consigo. Lamento ter de escrever que não estás nada bem desde ontem.

A febre continua e agora tens uma infecção pulmonar. Estás novamente a precisar de ajuda para respirar, as análises pioraram.

Hoje fizeram-te um raio-x ao tórax mas nem disseram os resultados à tua mãe. Ela estava triste quando lhe liguei.

Não te apetece falar, na hora da visita estás quase sempre a dormir. Já não comes iogurtes, tens novamente dificuldade em engolir.

Estás mais prostrado, quero acreditar que é só da febre. Nem quero imaginar que isto possa representar uma regressão... Não.

Vais ser medicado, vão fazer-te novos exames e tens que ficar bom! Vais ficar bom, ouviste?

Vais ficar bom!

Um beijo,
Rita.

domingo, 15 de agosto de 2010

Sim, entrei :-)

O tema é trabalho! Um tema sempre delicado aqui no cantinho pois, por norma, despoleta comentários no mínimo estranhos. Enfim... Tudo aconteceu porque a área onde estava integrada mudou de outsource.

Quis o destino que eu não fosse com a equipa para esse novo outsouce e acabei por ser colocada noutra área (dentro da mesma empresa) para ajudar num projecto temporário.

O "convite" foi feito apenas para os meses de Fevereiro e Março. Aceitei, claro. O facto de ser temporário não me chocou minimamente. Tinha outras perspectivas e, verdade seja dita, o meu outsource nunca me desiludiu!

Ainda na primeira quinzena de Março, a coordenação perguntou se havia disponibilidade para me manter até Junho. Não neguei. Em miados de Junho a conversa mudou de figura... 30 de Setembro, sendo esta seria última data apresentada, de certeza absoluta.

Nessa altura o mais certo seria fazer um almoço de despedida e partir para outra. Outra área, outra empresa, outro outsource... whatever... outra coisa qualquer!

Estava convencida que a existir outra conversa seria já dentro do mês de Setembro, para agradecer o meu trabalho, blá, blá, blá e até à próxima. No entanto, fui chamada no dia 12 de Agosto e fiquei a saber que a coordenação me quer na equipa. Entrei! E entrei para ficar :-)

Vão existir reestruturações e vão contar comigo como novo elemento. Estou nas formações como os outros, participo em reuniões de equipa e de área... enfim... entrei :-)

Espero agora fazer um bom trabalho e continuar motivada para dar o meu melhor! O último trimestre do ano promete... Ui-ui...

É bom continuar a ser cor-de-laranja. Gosto :-)

** Gaja //

Dia 14: Estavas em baixo

Estavas cansado, pouco conversador... O teu sorriso para mim foi demasiado discreto e nem ficaste entusiasmado com a revista.

Estavas com febre :-(  Fui pedir a uma enfermeira que te avaliasse e foste imediatamente medicado. As tuas análises estão um bocadinho feias, fazes febre com muita facilidade e sem motivo aparente.

Como estás há muitos dias acamado, estás a perder movimentos nas mãos, os teu dedos estão fechados e rígidos. Fiz-te umas massagens nas mãos, gostaste. Dizias que era bom! Eu fui dizendo umas piadas parvas que te faziam sorrir ligeiramente.

Preferiram não dar-te iogurte; reforçaram a alimentação pela sonda e a coisa que não te agradou. Ainda brincámos sobre que tipo de comida te estivessem a dar. É um saco que tens pendurado de cor acastanhada. Seria feijoada? Ou talvez almôndegas com pomme de terre à la béchamel! Riste um bocadinho, mas estavas tão em baixo...

Ficaste triste quando saímos. Amanhã vais estar melhor, não vais?
Xi-coração apertado,
Rita.

sábado, 14 de agosto de 2010

Ai as horas ...

A gajita tem por hábito comer um iogurte durante tarde na escolinha. Na 6ª feira o papá foi buscá-la mais cedo e antes da hora "normal" ela já estava esfomeada. Achei estranho e perguntei...

Eu: Miúda, comeste o iogurte na escolinha?
Ela: Sim.
Eu: Mas comeste quando?
Ela: Dhu... Eu não sei as horas!

Embrulha...

** Gaja //

Dia 13: Gostei de te ver

Quando cheguei estavas desperto e bem disposto. Conversámos, queixaste-te de um enfermeiro (ou não fosses tu reclamar) e foi dia de comeres sopa.

Pediste-me que te trouxesse uma revista, já tinhas lido a Visão duas vezes e querias uma coisa diferente. Foi uma aventura adivinhar que querias a "Courrier Internacional", mas depois acabou numa risota. Tinha que ser alguma coisa com o pezinho na França! :-)

Falaste nas pessoas que gostarias receber na visita, e foste peremptório na recusa de outras... Seja feita a sua vontade :-)

Para o fim da visita, já estavas cansado, era quase na hora de jantar. Eu e a mamã saimos depois da hora, foi muito bom ver-te.

Um beijo,
Rita.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Dia 12: Uma surpresa

Hoje tiveste uma surpresa. Um amigo foi visitar-te e gostaste. Ele ficou mais tranquilo por te ver, mas especialmente por te sentir lúcido e presente.

Conversaram imenso, sabes? Falaram de cinema, disseste que gostavas de ir ver um filme especial, recordaram histórias antigas, pessoas... até riste das piadas!

Quando ele te entregou os beijinhos e abraços "dos outros" reagiste como se estivesses com cada um. Foste sorrindo ou encolheste os ombros como quem não quer saber. Só tu!

Ainda assim estavas cansado. As noites não têm sido boas e até tiveste febre. Chegaste a assustar a mamã com uma convulsão...Precisas novamente de ajuda para respirar, mas nada de preocupante, é só isso mesmo: uma ajuda :-)

Amanhã vou visitar-te; quero mais um sorriso teu.

Beijo e até amanhã
Rita.

Vai uma boa noticia?

Entrei :-)

Xiu… Depois conto onde e como.

** Gaja //

Dia 11: Exclusivo da mamã

Ontem (11º dia) foi mimo só da mamã! Aproveitaste para dormitar ao som da televisão.

A enfermeira contou que passaste a noite em claro e por isso estavas mais cansado. Nem te apetecia falar… De qualquer maneira, não há-de ser por isso que vamos desmoralizar! Tendo em conta aquele horrível domingo, 01 de Agosto, a tua evolução representa uma escalada do Monte Everest :-)

E tu afinal o que te aconteceu…? No inicio de Julho, tiveste uma afasia que provocou uma lesão no cérebro - as más línguas disseram ao mundo que tinhas tido um AVC, imagina! Nesse dia foste ao hospital, não fosse eu espancar-te por telefone, e acabaste por ir para casa devidamente medicado.

Ao contrário do esperado, os episódios repetiram-se com intervalos cada vez menores; até que ocorreram dois dias seguidos e com bastante intensidade (31 de Julho e 01 de Agosto).

Nesse domingo, foste almoçar fora e quando voltaste para casa reparaste que não tinhas chave para entrar. Querias ligar a uma pessoa a quem podias recorrer (por causa da chave) e por engano ligaste para mim.

Percebi, imediatamente, que não estavas bem. Em 15 minutos estava ao pé de ti e levei-te para o hospital. Fizeste análises, TAC e colocaram-te a soro; os resultados indicaram que o melhor seria internar-te.

A 2ª feira foi o teu prior dia. Deixaste de falar, não reconhecias ninguém… dormias sempre e não tinhas reacções físicas. Perdeste os reflexos, as análises desceram todos os níveis de tudo. Á médica foi muito clara, estavas em risco e havia uma grande probabilidade de não resistires…

As lesões provocadas pela repetição das afasias são graves e não permitem que o cérebro comunique com o corpo. Algumas funções estão adormecidas, outras danificadas de forma irreversível; não sabemos quais...

Estás a recuperar a fala, já conseguiste engolir um iogurte, moves bem os braços mas tens alguma dificuldade no andar. De futuro deverás ter muito cuidado com a tua alimentação e descanso físico para que se reflicta a nível mental.

Agora tratar de te pores forte e reagir ao remédios eu te estão a aplicar. Quanto mais rápido isso acontecer, melhor conseguiremos ultrapassar outras questões. Nós, estaremos sempre cá para ti :-)

Um Beijo grande,
Rita.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Embora a miúda não goste da bebida, mudou-lhe o nome... Optámos por não colocar assento no "é" para da coisa ficar mais... como direi... internacional :-)

Anunciamos assim que a partir de hoje existe a:


...e mais nada!

Agora temos de avisar os americanos.

** Gaja //

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dia 10: Fui visitar-te

Quando entrei exclamaste Olha! Sorriste e reconheceste-me imediatamente :-)

Foi bom ver-te! A tua fala está perceptível, embora por vezes te falte o vocabulário ou existam palavras, mesmo que simples, que teimam em não sair.

O raciocínio existe, a recordação também, a memória recente é que está a atraiçoar-te. Precisas de tempo. Pediste-me que te explicasse o que aconteceu - talvez amanhã escreva sobre o tema.

Não tens sinais de regressão mental, o que é muito bom. Sabes que esse é um dos receios da medicina... questões celebrais nem sempre se explicam, não é? As análises... pois... as análises estão a melhorar.... pouquinho, mas a melhorar!

Continuas a resmungar com as enfermeiras e insistes em tirar os tubos. Não pode ser, Jorge... Fazem parte da tua recuperação. Já ralhei contigo. E foi tão bom ralhar contigo! LOL

Abracei-te, tu sorriste... estavas feliz! Uma enfermeira, bem simpática por sinal, foi ao pé de nós quase no fim da visita. Já estavas a dizer que ainda faltava muito tempo, para ela não me mandar embora! É bom ver o teu mau feito :-)

Já tens o telemóvel para jogar [nada mais!], pediste uma revista [a Visão, claro!] e gostas de ver televisão.

Adorei estar contigo! Agora põe-te bom! Prometi-te um ralhete que ia fazer lamentar teres-me conhecido :-)

Beijo grande,
Rita.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Dia 9: Mais um passo

Mais uma vez as análises teimam em não melhorar, mas tu estás voltar com cada vez mais força! Estranho...

Hoje comeste iogurtes e amanhã vais tentar comer gelatina, uau! Já viste como a evolução foi fantástica?

Falas melhor, aliás, muito melhor... a tua resmunguice está ao rubro. Quando a tua mãe entrou, às hora certa da visista, perguntaste logo se ela não podia ter ido mais cedo... estavas farto de esperar por ela :-)

As Sras. Enfermeiras também já conhecem o teu mau feitio! Queres o telemóvel, o computador, achas que a televisão não chega para ocupar o teu dia. Não queres os tubos, até já tiraste um deles, malandro!

Ainda existem momentos em que te perdes... De repente, sem motivo aparente, não sabes quem és, onde estás nem quem está contigo. Mas felizmente esses momentos são cada vez mais raros e prevalece a lucidez.

Estás a regressar devagarinho, fazes-me sorrir a cada novidade! O que eu adorei saber que comeste um iogurte... Adoro-te, não te atrevas a fazer-me isto outra vez...

Estou ansiosa que chegue amanhã para te ver. Quero conversar contigo, quero entrar nos teus olhos, quero sabe o que tens para me dizer... Disseram-me que querias dar-me um recado, mas não conseguiste. Não faz mal, amanhã dizes-me pessoalmente :-)

Vá... porta-te bem!
Beijo grande,
Rita.

Fim-de-semana pequenino

Continuo a achar que os fins-de-semana deviam ter 3 dias! Isso é que era… temos cenas e cenas para fazer e o tempo não chega. Mesmo que acordemos cedo, temos sempre 1001 coisas para fazer, sitos para ir, amigos para estar… o terceiro dia seria assim como que… o descanso do guerreiro :-)

De qualquer maneira, parece-me um bom sinal. Significa que nos divertimos bastante e aproveitarmos muito todos os bocadinhos.

Sábado tivemos praia de manhã, à tarde bricolarices, um lanche delicioso com os compadres (ups, ainda não vos apresentei a minha afilhada…) ainda laureamos a pevide e acabámos com um jantar muito bom com os tios.

Domingo, a praia foi outra… estava nublado mas um calor abrasador! Ficámos por casa, ainda com as bricolarices, mas adicionámos muita brincadeira, preguiça, mimos e gargalhadas. O jantar foi muito bom, cheio de sorrisos boa energia.

2ª feira… cá estamos… a vontade era de ter ficado por casa em modo slow motion.

Era ou não era?

** Gaja //

;;

Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.