quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Dia 11: Exclusivo da mamã

Ontem (11º dia) foi mimo só da mamã! Aproveitaste para dormitar ao som da televisão.

A enfermeira contou que passaste a noite em claro e por isso estavas mais cansado. Nem te apetecia falar… De qualquer maneira, não há-de ser por isso que vamos desmoralizar! Tendo em conta aquele horrível domingo, 01 de Agosto, a tua evolução representa uma escalada do Monte Everest :-)

E tu afinal o que te aconteceu…? No inicio de Julho, tiveste uma afasia que provocou uma lesão no cérebro - as más línguas disseram ao mundo que tinhas tido um AVC, imagina! Nesse dia foste ao hospital, não fosse eu espancar-te por telefone, e acabaste por ir para casa devidamente medicado.

Ao contrário do esperado, os episódios repetiram-se com intervalos cada vez menores; até que ocorreram dois dias seguidos e com bastante intensidade (31 de Julho e 01 de Agosto).

Nesse domingo, foste almoçar fora e quando voltaste para casa reparaste que não tinhas chave para entrar. Querias ligar a uma pessoa a quem podias recorrer (por causa da chave) e por engano ligaste para mim.

Percebi, imediatamente, que não estavas bem. Em 15 minutos estava ao pé de ti e levei-te para o hospital. Fizeste análises, TAC e colocaram-te a soro; os resultados indicaram que o melhor seria internar-te.

A 2ª feira foi o teu prior dia. Deixaste de falar, não reconhecias ninguém… dormias sempre e não tinhas reacções físicas. Perdeste os reflexos, as análises desceram todos os níveis de tudo. Á médica foi muito clara, estavas em risco e havia uma grande probabilidade de não resistires…

As lesões provocadas pela repetição das afasias são graves e não permitem que o cérebro comunique com o corpo. Algumas funções estão adormecidas, outras danificadas de forma irreversível; não sabemos quais...

Estás a recuperar a fala, já conseguiste engolir um iogurte, moves bem os braços mas tens alguma dificuldade no andar. De futuro deverás ter muito cuidado com a tua alimentação e descanso físico para que se reflicta a nível mental.

Agora tratar de te pores forte e reagir ao remédios eu te estão a aplicar. Quanto mais rápido isso acontecer, melhor conseguiremos ultrapassar outras questões. Nós, estaremos sempre cá para ti :-)

Um Beijo grande,
Rita.

1 Comment:

  1. AVOGI said...
    estás a passar um mau bocado. :(:(:(

Post a Comment



Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.