quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Dia 4: Esperança

Hoje vi-te. Pareces-me consciente do que se passa à tua volta, mas não sei se estás lúcido... Cheguei a duvidar que me tenhas reconhecido.

Os teu olhar sorriu mas a tua boca não se moveu. Ainda não falas. Recomendei-te que fizesses tudo o que os médicos dissessem e que não te atravesses a gritar com as pessoas. Os teu olhos riram, muito. Gostaste das festinhas que te fiz no rosto. Estavas calmo.

Achei-te visivelmente melhor. Mas a verdade é que o teu corpo, muito fraco, não está a responder... Este tratamento é muito importante, Jorge, tens que conseguir. O médico disse-me que a ultrapassares isto, podes voltar a ser o Jorge de sempre. Tenho esperança, sabes? Tens de recuperar depressa!

Tenho saudades da tua voz, da tua paciência para mim, da forma como me clarificavas as ideias. A tua naturalidade perante as coisas e a vida...

Um dia, num daqueles jantares fantásticos com um bom vinho, vais ler estes posts bacocos e dizer-me "Ai mulher, não há pachooooorra!"

Um beijo grande,
Rita.

5 Comments:

  1. beedrill said...
    ai , ai Rita um beijinho de muita força
    carmo pinto said...
    isso mesmo linda tem Esperança!
    deus é grande e vai ajudar tb
    bj
    Anónimo said...
    Fico feliz por haver esperança e o ele querer é meio caminho andado.
    Agora, uma novidade... além do tio, raptei a mãe que chegou bem e está muito bem disposta, feliz e bonita.
    Beijinhos.
    Anónimo said...
    Filha, estou com os tios e estou bem.
    Comecei uma novena para o Jorge na segunda feira. Terminou ontem. Sinto-o melhor. Está? Espero que sim.
    Continuo a pedir a Deus que seja benevolente se ele ficar, que fique como o conhecemos. Se partir, é porque é o melhor para ele. Um beijo grande da mãe chata mas que te ama muito. É proibido perder a esperança...
    Nós... said...
    Amiga - esperança é a palavra chave! Se Deus faça o mlehor para o Jorge e eu sei que vai ser o melhor sim!

    Um xi-coração imensamente apertado e com carinho!
    Beijinhos nossos e força

Post a Comment



Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.