quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Agora ele é uma estrela

No dia 16 deste mês recebi um e-mail, igual a tantos outros a ela à solidariedade natalícia. Por acaso, li ate é ao fim:

Desculpem esta mensagem brutal mas não baixarei os braços! O meu irmão Diogo está com uma leucemia aguda. (...). Está internado desde 20 de Novembro. O meu irmão DIOGO precisa de sangue O Negativo. O Diogo está a receber plaquetas mas, como não há muito disponível, têm que dividir pelos doentes.

PEÇO-VOS A TODOS que se ENCHAM DE CORAGEM e DÊEM SANGUE. (...) Mesmo os que não têm este tipo de sangue, servirá para os outros doentes. Agradeço que passem esta mensagem a todos os vossos contactos.

Fiquei impressionada pelo tipo de sangue - O Negativo - é raro e só recebe do próprio. É o meu tipo de sangue.

Perguntei à minha amiga se o e-mail seria verídico e ela disse que o primo da pessoa que estava internada era conhecido da tia dela... Avancei! Contactei o autor do e-mail e prontifiquei-me a fazer as análises e a respectiva recolha para doação.

Hoje tive resposta dele: Agradeço o seu mail. Infelizmente o meu irmão faleceu no passado dia 8. Por ter acompanhado, sei que o IPO está com pouco sangue, pelo que se puder dar sangue poderá fazê-lo em qualquer dia da semana, das 9h às 16h, excepto aos domingos e feriados (sábados das 9h às 11h). Caso tenha alguma dúvida ou necessite de mais algum esclarecimento, poderá contactar-me.

A sensação de ler isto foi péssima… Achar que não cheguei a tempo de alguma coisa…Qualquer coisa... É como estar confiante à espera do comboio e dizerem-nos que o último já passou e não há mais… sim, porque aqui não há mesmo mais… O Diogo agora é uma estrela…

De coração pequenino respondi: Lamento imenso... Ler as suas palavras foi uma sensação horrível! Não sei o que dizer nem consigo descrever o que sinto.

Quero agradecer-lhe a si que divulgou o caso do Diogo, e ao próprio (onde quer que esteja) por me ter despertado para uma realidade tão assustadora.

Sei que não existem palavras que o possam confortar neste momento, bem como à restante família e amigos, mas desejo a todos, do fundo do coração, força e coragem para continuar…

Um abraço.

A quem nos lê... não percam o comboio...

7 Comments:

  1. Zabel said...
    falar é fácil... bj :)
    Nós... said...
    Credo!!!!
    Arrepiei-me!
    Despertaste-me tb p uma realidade desconhecida para mim...

    Vou tentar ainda apanhar o comboio.

    Beijinhos nossos e até logo
    Ana Raquel said...
    Uma estrela que brilhará muito...
    O- é como o meu... Eu sou doadora há uns anos pois tb já andei no IPO!
    As pessoas nem tem noção de como podem ajudar e marcar a diferença absoluta.
    Fizeste a tua parte e o destino já estava traçado!
    Doeu a ler o teu mail!!!!Imagino como ficaste!
    Bjocas
    Álefe Souza said...
    Nossa! Que triste! Sem palavras!

    Bjokas!!
    Patricia said...
    e eu q até ando mais tristonha, vim cá para me animar e dou c isto. Nós inscrevemo-nos há pouco c como dadores de medula ôssea. Eu ainda n posso dar sangue:pre-eclampsia, diabetes gestacionais e agora uma cirurgia mt recente e sabe-se lá o q por aì virá. Bjs
    coquinhas said...
    Recebi hj este email :(

    Arrepiei-me toda :(
    Maria-e-Mamã said...
    Que gesto tão bonito o teu...Pena o desfecho deste caso,mas admiro a tua coragem de seguires para a frente em ires dar o sangue!!É mesmo uma realidade que desconheço ou desconhecia!!Beijocas

Post a Comment



Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.