quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Agora com mais calma...

Obrigada… Desculpem mas não me ocorrem as palavras certas para vos agradecer dignamente. Os comentários, os e-mail, os telefonemas… Por tudo… muito, muito obrigada!

Que me perdoem ter-vos despachado ao telefone, dizendo que não quero falar disto, mas ouvir-vos fragiliza-me e não me permite retribuir as palavras de carinho. Ainda não consigo falar (literalmente) do tema, mas já me é mais fácil escrever. Ler-vos é reconfortante, enche-me de coragem e força para enfrentar sabe-se lá o quê, que às tantas não é nada…

De uma forma simples e desdramatizante… tenho uma lesão grave no colo do útero e a médica achou por bem repetir a biopsia para afastar todas as possibilidades. Segundo ela… afastar ou confirmar; classificou o meu estado como “pré-cancro”, o que até é bastante positivo, dado que a tratar-se de algo mais sério, detectou-se precocemente.

Sabem quando o nosso corpo tem reacções físicas a alguma coisa que nos é dita? Um calor repentino, os ouvidos a zumbir, a cara a ficar muito quente, braços e pernas a fraquejar. Ainda assim, tentamos que todos esses sintomas sejam imperceptíveis e mantemos a calma agindo com toda a naturalidade… Foi um baque! Ouvir a expressão “pré-cancro” foi horrível, tudo o que a médica disse a seguir eu ouvi em eco.

[Já escrevi isto a alguém especial] No fundo não é o cancro que me assusta, se tiver que ser... será! O pior para mim foi ter de precisar de um susto (ou certeza) para entender que estou a desvalorizar coisas que deviam ser as mais importantes para mim.

Desde aquele dia que me apetece apreciar cada momento em câmara lenta. Sentir cada pedacinho de tudo, como se o tempo parasse por um instante, cheirar para degustar as coisas… Olhar para a Gajita e para o papá e sentir amor da cabeça aos pés. Chega a doer… vocês sabem…

Quero lá saber se ele vestiu a Gajita de saia rosa e meias azuis… Ralho com a ela porque limpa o nariz à manga da camisola… O que eu mais quero é estar cá trocar as meias à miúda e continuar a vê-la limpar nariz à manga da camisola… Percebem?...

Mais uma vez obrigada a quem aqui deixou palavras de força e carinho, a quem enviou e-mails, SMS’s e a quem simplesmente desejou algo de bom. Obrigada pela boa energia!

Obrigada!

** Gaja //

5 Comments:

  1. Patrícia said...
    Ora este foi mais um momento em que de certeza deste conta das ue pessoas que gostam de ti!Beijinhos gaija
    beedrill said...
    a vida passa por nós a correr e nós teimamos e não aproveitar o melhor dela , é bem verdade...
    quanto a ti eu sei que vai correr tudo bem, beijos e esperança
    Nós... said...
    Um beijinho enorme... :D
    kel said...
    É bom saber de ti e mais uma vez reforçar a minha força e apoio. Acredito que tudo irá correr bem e ainda vais ver a tua pequena a limpar o nariz na manga da camisola muitas e muitas vezes ;)
    Muita força e muitos beijinhos
    Maria-e-Mamã said...
    Arrepiei-me com o que escreveste...não sei se deveria...
    Linda, eu é que agradeço por nos "fazeres" abrir os olhos, infelizmente da pior forma,embora não irá passar só mesmo disso de um "abrir de olhos" para ti e para nós,vais ver...Coragem e força.Estamos aqui para o que precisares!:)Beijocas

Post a Comment



Todos pensam em deixar um planeta melhor para os nossos filhos...

....quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro da própria casa e recebe o exemplo dos seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive.